Arquidiocese de Londrina

Categoria: Notícias

Dia da Palavra

Dia da Palavra

Às 19h30 do dia 03 de março, em nossa Paróquia Sant’Ana tivemos o primeiro encontro do Dia da Palavra de 2022, conduzido pelo Pe. Marcelo Cruz e contando com uma boa participação de fiéis. Confira as fotos

Missa Penitencial – Toda sexta-feira às 6h

Missa Penitencial – Toda sexta-feira às 6h

A quaresma é um tempo de graça e penitência. Com este objetivo iniciamos hoje (4) de março, às 6h, a santa missa penitencial que acontecerá todas as sextas-feiras até o dia 8 de abril.
Junte-se a nós e juntos façamos esta experiência de fé!

Junte-se a nós e juntos façamos esta experiência de fé! Confira as fotos da última missa

Quarta-Feira de Cinzas

Quarta-Feira de Cinzas

Na última quarta-feira (2) celebramos na Paróquia Sant’Ana e na Capela do Divino Espírito Santo, as santas missas de quarta-feira de cinzas.

A data marca o início da quaresma, período de reflexão e penitência. Veja as fotos!

QUARTA-FEIRA DE CINZAS

QUARTA-FEIRA DE CINZAS

2/3 – QUARTA-FEIRA DE CINZAS

Confira os horários das Santas Missas:
Paróquia Sant’Ana: 19h e 7h*
Capela do Espírito Santo: 19h30

*Novo horário

Caso não possa ir, teremos a transmissão ao vivo das missas. Acesse o link abaixo e participe

“Lembra-te que és pó e ao pó voltarás” (Gn 3,19)

Papa convoca dia de oração e jejum na quarta-feira de cinzas pela paz na Ucrânia

Papa convoca dia de oração e jejum na quarta-feira de cinzas pela paz na Ucrânia

Na Audiência geral desta quarta-feira, antes dos ataques russos à Ucrânia, o Papa Francisco falou da sua tristeza sobre o agravamento da situação e convocou um Dia de oração e jejum pela paz na próxima quarta-feira de cinzas

“Peço a todas as partes envolvidas para que se abstenham de qualquer ação que possa causar ainda mais sofrimento às populações, desestabilizando a convivência entre as nações e desacreditando o direito internacional”. Dessa maneira o Papa Francisco, no final da Audiência Geral, falou sobre a situação na Ucrânia, apelando “aos que têm responsabilidade política para fazer um sério exame de consciência diante de Deus, que é o Deus da paz e não da guerra” e que “quer que sejamos irmãos e não inimigos”. “Mais uma vez, a paz de todos está ameaçada por interesses de parte”.

Papa Francisco fez um apelo a todos, crentes e não crentes:

“Jesus nos ensinou que à insistência diabólica, à diabólica insensatez da violência se responde com as armas de Deus: com a oração e o jejum. Convido a todos a fazerem no próximo 2 de março, Quarta-feira de Cinzas, um dia de jejum pela paz. Encorajo, de modo especial os crentes a se dedicarem intensamente à oração e ao jejum naquele dia. Que a Rainha da Paz preserve o mundo da loucura da guerra.”

O pedido do Papa foi feito horas antes da invasão russa à Ucrânia, ocorrida durante esta noite. O que se temia há dias se verificou e o mundo está testemunhando uma nova guerra. Durante a noite, a Rússia lançou operações militares em território ucraniano para proteger o Donbass. Foi o próprio presidente Putin quem anunciou a invasão: explosões e sirenes de alarme começaram a ser ouvidas ao amanhecer, também na capital, Kiev, onde se registraram colunas de carros civis em fuga, especialmente de áreas periféricas.

O caos está por todo o país, não apenas no sul e sudeste, mas também nas fronteiras com Belarus e Polônia: em Odessa, Kharvik, Mariupol e Lviv. O ataque anunciado por Putin parece, portanto, ser poderoso e em grande escala. Em seu anúncio, o presidente russo, por outro lado, usou termos precisos como “desnazificar” e “desmilitarizar” a Ucrânia, ou seja, torná-la inofensiva: “a expansão da OTAN e seu uso do território ucraniano são inaceitáveis”, disse. “Qualquer um que tente criar obstáculos e interferir conosco”, afirmou, “sabe que a Rússia responderá com consequências sem precedentes”. Estamos preparados para tudo. E na ONU, Moscou deixou claro que o alvo do ataque é “a junta no poder em Kiev”.

A resposta da Ucrânia

A presidência ucraniana fala de uma “guerra de agressão”, e está pedindo ajuda ao mundo, em termos de sanções e isolamento da Rússia, assistência financeira, militar e humanitária. Enquanto isso, o governo está tentando proteger a população através da imposição da lei marcial. “Detenham a guerra e Putin”, escreveu o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky no seu Twitter. Têm-se notícias também da destruição da defesa antiaérea de Kiev. E da própria presidência a difusão das primeiras imagens da guerra, uma explosão na capital com uma densa nuvem de fumaça, perto de um parque. A operação russa”, adverte Zelensky, “visa destruir o estado ucraniano, tomar seu território pela força e estabelecer uma ocupação”.

“Precisamos de orações”

Enquanto isso, a população espera e tenta se proteger da melhor maneira possível. A seguir o testemunho do padre Radko Vaolodymyr, da cidade de Lviv:

“É a guerra, ouvimos notícias de bombardeios de numerosos vilarejos e até de grandes cidades. Nosso Patriarca chamou todos nós nesta manhã para nos convidar para a oração. Ainda estou na cidade de Lviv, a cerca de 60 quilômetros da fronteira com a Polônia. Posso testemunhar que durante alguns minutos as sirenes foram ouvidas. Não vamos ceder ao pânico. A ativação das sirenes significa que temos que ser cautelosos e nos esconder. À meia-noite, hora ucraniana, começou o estado de emergência, e esta manhã o presidente declarou o estado militar, portanto, a guerra aberta começou. Precisamos da oração para nos ajudar a não ceder ao pânico e para manter a calma, na esperança de que possamos vencer este mal.”

Fonte: vaticannews

Foto: Vatican Media

Ecos de Sant’Ana – Fevereiro de 2022

Ecos de Sant’Ana – Fevereiro de 2022

Está no ar a edição da Ecos de Sant’Ana de fevereiro. Em destaque, a matéria: “Deus nos dá a chance de mudança de vida!”, que nos leva a refletir sobre a espiritualidade no tempo quaresma. A Igreja em sua sabedoria nos proporciona a oportunidade de vivenciar o cristianismo em seus diversos aspectos a partir do tempo litúrgico. A quaresma é o tempo oportuno para a conversão e para o aprofundamento na relação com Deus e com os demais. Não é apenas ‘mais um tempo’, mas é o momento propício para o encontro com o Senhor, explica Júniar Aparecido Padilha, Seminarista da Arquidiocese de Londrina. A Revista traz ainda novidades sobre construção da matriz Sant’Ana, curiosidades, notícias e assuntos diversos. A Ecos de Sant’Ana tem conteúdo exclusivo é feita com carinho para você! Acesse o link e tenha uma boa leitura!

REVISTA DA PARÓQUIA SANT´ANA Londrina, fevereiro de 2022 – Ano 13 – Edição 140

Missa dos Ciclistas

Missa dos Ciclistas

19/2 (sábado) às 8h na Igreja Caramuru ( Estrada do Bulle – Patrimônio Caramuru – Rolândia) presidida pelo Pe. Marcelo Cruz.

Às 6h30 – Concentração dos ciclistas na Venda do Alto – Venda dos Pretos
(Estrada da Cegonha- Londrina) rumo à Igreja do Caramuru.

A saída é opcional, caso queiram, poderão se dirigir diretamente ao endereço da Santa Missa.

A Missa dos Ciclistas acontece todo terceiro sábado do mês. Convide os amigos! Participe conosco

Formação sobre a CF 2022

Formação sobre a CF 2022

Formação sobre a Campanha da Fraternidade 2022:
“Fraternidade e Educação – Fala com a sabedoria, ensina com amor” (Pr 31, 26).

Sexta-feira, 4/2, 19h30 – Transmissão ao vivo pelas redes sociais da Arquidiocese de Londrina.
Assessoria: Pe. Vilmar Serighelli, assessor eclesiástico da Pastoral da Educação do Regional Sul 2 da CNBB.

Realização: Província Eclesiástica de Londrina – Arquidiocese de Londrina, Diocese de Apucarana, Diocese de Cornélio Procópio, Diocese de Jacarezinho.

Participe!

Revista Ecos de Sant’Ana – Edição Janeiro

Revista Ecos de Sant’Ana – Edição Janeiro

Está no ar a edição da Ecos de Sant’Ana de janeiro, a primeira de 2022!.

A edição traz em destaque a matéria: “Administração Eclesial”, onde aborda as boas práticas de gestão nas paróquias.

“Graças à abertura do Conselho Econômico Arquidiocesano à participação de leigos católicos, deu-se início a um moroso e árduo trabalho de implantação de um sistema único e legal de administração”, afirma Wellington Moreira, membro do Instituto Líder Católico e coautor do livro “A arte de liderar na Igreja” (Editora Santuário).

A revista Ecos de Sant’Ana tem conteúdo exclusivo e foi feita com carinho para você!

Revista Ecos de Sant’Ana – Edição Dezembro

Revista Ecos de Sant’Ana – Edição Dezembro

Está no ar a edição da Ecos de Sant’Ana de dezembro. A revista traz em destaque a matéria: “Maternidade Divina de Maria”.

“A Igreja professa e ensina quatro verdades de fé sobre Maria. São eles: Maternidade Divina de Maria, Virgindade Perpétua de Maria, Imaculada Conceição de Maria e Assunção de Maria aos céus”, explica Pe. Valdmiro Rodrigues da Silva, Mestre em Teologia com especialização em Mariologia (Roma).

A revista Ecos de Sant’Ana tem conteúdo exclusivo e foi feita com carinho para você! Acesse o conteúdo abaixo e tenha uma boa leitura!